quinta-feira, 5 de julho de 2007

De tanto rodopiar sua dor



ela virou poeira

perdida no tempo

o tempo só é visto parado.



(pintura de Gustav Klimt, 1862-1918)

2 comentários:

albañil disse...

http://albail.blogspot.com/

Kelly Marinho disse...

Lindo blog!